Entrevista com o conselheiro José Augusto Picão

Entrevista com o conselheiro José Augusto Picão

postado em: Sem categoria | 0
“Desenvolver o espírito comunitário e participativo no meio contábil é uma das metas da Comissão”
Coordenador da Comissão de Responsabilidade Social e Inclusão de Cidadania Fiscal, José Augusto Picão fala sobre a importância do voluntariado
O conselheiro José Augusto Picão coordena a Comissão do CRCSP de Responsabilidade Social e Inclusão de Cidadania Fiscal, que tem como principais objetivos incentivar a participação dos profissionais da contabilidade em projetos sociais, incentivar o exercício da cidadania por meio da inclusão fiscal e promover o Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC).Nesta entrevista, Picão destaca os projetos a serem desenvolvidos pela Comissão, a importância do voluntariado e como os profissionais contábeis podem contribuir para as questões sociais do país. Confira:

Quais são suas metas e expectativas como coordenador da Comissão de Responsabilidade Social e Inclusão de Cidadania Fiscal?

A Comissão de Responsabilidade Social e Inclusão de Cidadania Fiscal tem como finalidade contribuir para o desenvolvimento de projetos sociais, incentivando a participação dos profissionais da contabilidade em ações de voluntariado. A minha expectativa é que possamos cumprir estas prerrogativas e atingir o maior número possível de profissionais no Estado que tenham interesse de atuar de forma voluntária no Terceiro Setor.

Qual o papel do profissional da contabilidade em relação às questões sociais?

Os contadores e técnicos em contabilidade possuem a expertise necessária para auxiliar as entidades sem fins lucrativos na gestão de seus recursos e em questões relacionadas às prestações de contas, contribuindo assim para a continuidade do trabalho desenvolvido, em benefício de toda a sociedade.

Dentre as prerrogativas da comissão está o envolvimento nas atividades do CRCSP dos profissionais com registro mais antigo. Como isso será feito?

Uma das metas da Comissão é desenvolver o espírito comunitário e participativo no meio contábil e são inúmeras as oportunidades que temos para atuar neste sentido. Um dos projetos da Comissão, por exemplo, é incentivar a participação destes profissionais nos Observatórios Sociais. A experiência dos profissionais com mais tempo de registro trará uma contribuição muito positiva para seus municípios, auxiliando os observatórios a acompanharem os gastos dos poderes executivo e legislativo.

Fale um pouco sobre o Programa do Voluntariado da Classe Contábil (PVCC). O que é e como o profissional pode participar?

O PVCC é uma excelente oportunidade para os profissionais contábeis interessados em contribuir ativamente para a melhoria da nossa sociedade. Ele é um programa que visa à formação de cidadãos.

Pelo conhecimento que possuem, os profissionais da contabilidade podem dar valiosas contribuições para as entidades sociais. Dentro do PVCC, existem quatro subprogramas, com ações específicas em diferentes áreas de atuação.

São eles: Rede Nacional de Cidadania Fiscal/Observatórios Sociais, como já frisei anteriormente; o programa de Educação Financeira, que busca auxiliar a população a organizar suas finanças pessoais; o programa de Destinação Solidária do Imposto de Renda aos Fundos da Criança e do Adolescente e ao Fundo do Idoso; e o programa de ações locais de voluntariado, que visa incentivar ações solidárias na comunidade em que o profissional vive.

Todo profissional da contabilidade pode se cadastrar no PVCC e contribuir para a melhoria da sociedade, prestando atendimento a projetos sociais e entidades do Terceiro Setor.

Qual será a agenda de trabalho da comissão nesta gestão?  

Atualmente estamos definindo o calendário de reuniões da Comissão e planejando os detalhes das atividades a serem realizadas nesta gestão. A agenda de trabalho será divulgada o mais breve possível, assim que terminarmos de defini-la.

Deixe uma resposta